Blog

Não há “one size fits all” na mobilidade

/ Theme(s): Todos os artigos
Não há “one size fits all” na mobilidade

Obter viatura de empresa era muitas vezes sinal de progressão profissional. Hoje, a regra mudou. Os funcionários esperam, cada vez mais, soluções de mobilidade simples, flexíveis e disponíveis à distância de um clique. Isto não significa abandonar o uso de um veículo, mas sim procurar alternativas adicionais e de valor agregado. A política de automóveis “solução única” já não é uma opção e os gestores de frota terão de se ajustar a esta mudança de paradigma. Destacamos cinco aspetos que estão a influenciar as políticas atuais de frota e que deve ter em conta.

  1. Nice to have

Para as gerações mais jovens em particular, um carro é um "nice to have" ou uma ferramenta de trabalho, na melhor das hipóteses. O que pretendem é uma forma fácil e flexível de se deslocar até ao escritório, visitar clientes ou aproveitar o fim de semana. Alguns veem já o carro com restrições ou possíveis encargos financeiros, devido a taxas de estacionamento ou às implicações fiscais de benefícios em espécie. Preferem opções de mobilidade mais amplas do que lidar com um carro que não desejam. E os empregadores precisam de ter em consideração essas visões flexíveis, pois as opções de mobilidade são um fator determinante durante um processo de solicitação de emprego. No entanto, convém sublinhar que a viatura continuará a ser uma opção importante para muitos e deve ser pelo menos uma das opções disponíveis em qualquer estratégia de mobilidade.

  1. Mobilidade sustentável

A responsabilidade social corporativa é uma questão multifacetada que inclui também a consciencialização do meio ambiente. Para os gestores de frota, isso significa que o debate sobre o tema, transição energética é mais importante do que nunca. As empresas precisam de uma visão clara sobre o custo total de propriedade (TCO) por motorização, e que lhes permitirá fazer as escolhas certas com dados reais, tendo em consideração a tributação local.

Por enquanto, os veículos elétricos são ainda insuficientes para determinados perfis de condução, que costumam obter melhores soluções com veículos híbridos ou híbridos plug-in, ou mesmo a gasolina e diesel. Noutros países, no entanto, infraestruturas de VEs (veículo elétricos) mais desenvolvidas e regras específicas de tributação, têm vindo a favorecer a adoção destes veículos. Fale connosco e descubra se é a hora certa para a inclusão de VEs na sua frota.

  1. Partilha como alternativa

A maioria dos veículos permanecem estacionados grande parte do dia. Porque não configurar um serviço de partilha de veículos de forma a otimizar o uso da sua frota? E porque não uma bicicleta ou uma scooter partilhada, que em determinadas situações poderão levá-lo ao seu destino final, mais facilmente do que um veículo ou transporte público tradicional?

  1. Orçamento de mobilidade

A criação de um orçamento de mobilidade é uma questão complexa, mas pode ser a forma de oferecer à sua força de trabalho opções de mobilidade flexíveis, que possam ser usadas livremente. Neste momento, a Bélgica e os Países Baixos integraram as opções mais completas em termos de orçamentos de mobilidade.

  1. Acesso digital

O progresso tecnológico está a criar opções adicionais de mobilidade, à distância de um clique, tornando a multimodalidade uma realidade. Porque não ter em consideração ferramentas digitais inovadoras que ajudem os colaboradores a tomar decisões em tempo real sobre as suas viagens? Adotando uma forma mais eficiente e amiga do ambiente, incluindo opções alternativas através da rede de transportes públicos, partilha de veículos, veículos elétricos, scooters, bicicletas e muito mais.

Abordagem consultiva

Na ALD Automotive, sabemos que não é fácil redesenhar a política de mobilidade dos seus colaboradores e que as necessidades não são iguais para todos. Para facilitar esse processo, usamos uma abordagem consultiva no sentido de ajudar os nossos clientes a desafiar e definir a sua visão de mobilidade, envolvendo várias partes internas interessadas para garantir uma abordagem holística, recolher as necessidades dos colaboradores e alinhá-las à visão da empresa de forma a definir uma estratégia de mobilidade. Para incentivar esse processo, criámos Centros de Experiência de Mobilidade em França, na Holanda e Reino Unido, que fornecem um ambiente inspirador para sessões de cocriação focadas na mobilidade. Os especialistas da ALD Automotive estão aqui para ajudá-lo a elaborar uma política de mobilidade à medida que atenda às necessidades dos seus colaboradores. Contacte-nos e saiba mais.